UMDI - Medicina Diagnóstica

Central de Atendimento ao Cliente: (11) 4798-9999

Algumas novidades:

Avanços na medicina.
Matéria publicada em 10/03/2015

Os investimentos do grupo UMDI Medicina Diagnóstica na construção de um hospital e de um moderno centro de diagnóstico por imagem, na Praça Francisca de Campos Mello Freire, no Parque Monte Líbano, fazem parte da expansão da rede particular de saúde de Mogi das Cruzes, com a instalação e/ou ampliação e reformas de clínicas e serviços hospitalares. Num contraponto às incertezas econômicas e projeções cautelosas sobre o futuro dos investimentos no Brasil, planos como os revelados pelo sócio-fundador da UMDI, Nitamar Abdala, na edição deste jornal de domingo último, demonstram a vitalidade da saúde privada, um setor que, em Mogi das Cruzes, está conseguindo acompanhar os bons índices do crescimento populacional e econômico do Município. Recentemente, outros hospitais e endereços particulares têm ampliado a atuação na Região.

A retração econômica tem peso negativo na velocidade com que projetos desse porte são executados, mas o fato de as dificuldades financeiras serem sanadas confirma a aposta dos empreendedores desse ramo no público consumidor do Alto Tietê. Há um crescimento do número de pessoas assistidas por planos de saúde ou de maneira particular, e as empresas que os atendem precisam estar bem equipadas.

A inauguração desse complexo especializado no diagnóstico por imagem e de um hospital, com quatro andares, 45 leitos,sendo 10 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI),equipamentos de altíssima geração, e destinado especificamente a cirurgias, valoriza a medicina na Cidade. Quanto mais perto o Mogiano estiver dos bons médicos e serviços para cuidar da saúde, melhor para a Cidade e seus moradores.

A medicina dá passos muito rápidos na identificação de doenças em seus estágios iniciais. Mas, o acesso e popularização dessas ferramentas são restritos. Por isso, ao conhecer detalhes de exames como o de ressonância magnética 3-Tesla, que melhora a resolução das imagens e humaniza o atendi- mento ao paciente, tem-se a noção do valor do empreendedorismo de médicos e grupos atuantes na Cidade.

Por fim, um outro plano da UMDI, o Projeto AVC, tem tudo para render bons positivos, caso venha a ser implementado. A intenção do grupo, segundo médico Nitamar Abdala, é firmar uma parceria com o poder público municipal para atender pacientes da rede pública, em um período de até seis horas depois da ocorrência do Acidente Vascular Cerebral (AVC), e realizar a trombólise, um procedi- mento que pode minimizar as sequelas do problema..

Voltar